Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Segurança do Trabalho a Distância - Faspec
Engenharia de Segurança do Trabalho - 6 meses

Você ganhou % de desconto!

Oferta termina em 3 dias!
Comprar
O curso de pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho tem por objetivo munir o profissional de conhecimentos especializados em diferentes áreas da Saúde e da Segurança Laboral, fornecendo ferramentas, associadas aos requisitos legais aplicáveis às boas práticas do mercado, com o objetivo de minimizar os altos índices de incidentes ocupacionais no cenário brasileiro. O Engenheiro de Segurança é responsável por promover conhecimento sobre a importância dos equipamentos de segurança no ambiente de trabalho, além disso é necessário cada vez mais que no mercado de trabalho haja este tipo de profissional, prevenindo acidentes de trabalho.


O que é Engenharia de Segurança do Trabalho?

O Engenheiro de Segurança do Trabalho é o profissional responsável por coordenar e efetuar análise de projetos a serem implantados, em conjunto com as áreas técnicas, recomendando alterações, visando eliminar ou minimizar riscos de acidentes e doenças ocupacionais.

Um Engenheiro de Segurança do Trabalho assegura que as empresas atendam aos requisitos de segurança em trabalhos prestados na empresa.

Está sob as responsabilidades de um Engenheiro de Segurança do Trabalho validar sistemas de combate a incêndios a fim de regularizar autos de vistoria do corpo de bombeiros, analisar escopos técnicos, emitir laudos e pareceres, coordenar a interface entre os vários setores envolvidos na implantação de projetos, no que tange a área de segurança do trabalho, coordenar junto as empresa projetistas, de construção e montagem, as tarefas de segurança no trabalho, garantindo que as mesmas estejam de acordo com as normas da empresa.

Fornecer subsídios e auxiliar na elaboração de manuais, normas, procedimentos e programas de treinamento, referentes à segurança e prevenção de acidentes do trabalho, a fim de padronizar métodos de trabalho, participar da especificação e desenvolvimento dos materiais de segurança, uniformes de trabalho e equipamentos de proteção, a fim de adequá-los às necessidades e condições de riscos, implantar as atividades e rotinas pertinentes a NR aplicáveis internamente, desenvolver programas de segurança junto às áreas, desenvolver PCMSO, PPRA e documentação pertinente, implantar programa de coleta seletiva e reciclagem conforme normas, participar da CIPA, fazer e responsabilizar-se pela interface externa com a comunidade dentro do escopo de segurança, fazer todos os relatórios de segurança, implementar programas para redução do carbono, responder pela manutenção da planta, desenvolvendo programas de manutenção preventiva e corretiva, com as contratadas, responsabilizar-se pelo funcionamento de todas as instalações, desenvolver projetos de redução de custos com utilidades da planta e no sistema de gestão integrada da qualidade.

Para que o profissional tenha um bom desempenho como Engenheiro de Segurança do Trabalho além da graduação é essencial que possua conhecimentos em implantação da ISO 14000 e registro no CREA.
Descrição
O curso de pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho tem por objetivo munir o profissional de conhecimentos especializados em diferentes áreas da Saúde e da Segurança Laboral, fornecendo ferramentas, associadas aos requisitos legais aplicáveis às boas práticas do mercado, com o objetivo de minimizar os altos índices de incidentes ocupacionais no cenário brasileiro. O Engenheiro de Segurança é responsável por promover conhecimento sobre a importância dos equipamentos de segurança no ambiente de trabalho, além disso é necessário cada vez mais que no mercado de trabalho haja este tipo de profissional, prevenindo acidentes de trabalho.


O que é Engenharia de Segurança do Trabalho?

O Engenheiro de Segurança do Trabalho é o profissional responsável por coordenar e efetuar análise de projetos a serem implantados, em conjunto com as áreas técnicas, recomendando alterações, visando eliminar ou minimizar riscos de acidentes e doenças ocupacionais.

Um Engenheiro de Segurança do Trabalho assegura que as empresas atendam aos requisitos de segurança em trabalhos prestados na empresa.

Está sob as responsabilidades de um Engenheiro de Segurança do Trabalho validar sistemas de combate a incêndios a fim de regularizar autos de vistoria do corpo de bombeiros, analisar escopos técnicos, emitir laudos e pareceres, coordenar a interface entre os vários setores envolvidos na implantação de projetos, no que tange a área de segurança do trabalho, coordenar junto as empresa projetistas, de construção e montagem, as tarefas de segurança no trabalho, garantindo que as mesmas estejam de acordo com as normas da empresa.

Fornecer subsídios e auxiliar na elaboração de manuais, normas, procedimentos e programas de treinamento, referentes à segurança e prevenção de acidentes do trabalho, a fim de padronizar métodos de trabalho, participar da especificação e desenvolvimento dos materiais de segurança, uniformes de trabalho e equipamentos de proteção, a fim de adequá-los às necessidades e condições de riscos, implantar as atividades e rotinas pertinentes a NR aplicáveis internamente, desenvolver programas de segurança junto às áreas, desenvolver PCMSO, PPRA e documentação pertinente, implantar programa de coleta seletiva e reciclagem conforme normas, participar da CIPA, fazer e responsabilizar-se pela interface externa com a comunidade dentro do escopo de segurança, fazer todos os relatórios de segurança, implementar programas para redução do carbono, responder pela manutenção da planta, desenvolvendo programas de manutenção preventiva e corretiva, com as contratadas, responsabilizar-se pelo funcionamento de todas as instalações, desenvolver projetos de redução de custos com utilidades da planta e no sistema de gestão integrada da qualidade.

Para que o profissional tenha um bom desempenho como Engenheiro de Segurança do Trabalho além da graduação é essencial que possua conhecimentos em implantação da ISO 14000 e registro no CREA.

Especificações Gerais

Duração6 meses
CertificaçãoLatuSensu (MEC)
Área do conhecimentoNegócios/MBA
ModalidadeEAD

Especificações de Curso

Aprenderá• Aplicar e gerir programas especializados em segurança ocupacional, visando aspectos gerenciais e legais;

• Desenvolver, implantar e gerenciar de programas segurança ocupacional com foco nas normas ISSO;

• Vistoriar, avaliar, realizar perícias, arbitrar, emitir pareceres e laudos técnicos, de acordo com o INSS e da Justiça do Trabalho;

• Promover qualidade de vida laboral, também à luz dos princípios da economicidade e da produtividade;

• Orientar o treinamento específico de segurança, saúde e meio ambiente;

• Observar as altas exigências do comércio internacional, em os produtos e serviços, certificados na segurança do trabalhador.
MercadoAs empresas têm diversos motivos para investir na prevenção de acidentes ambientais e que envolvam seus funcionários. Primeiro, porque o afastamento de um empregado resulta em perda de produtividade; segundo, porque a concorrência no mercado nacional e internacional depende, cada vez mais, de certificações internacionais em saúde e segurança; e, terceiro, a própria sociedade brasileira está mais atenta às responsabilidades sociais da empresa – e saúde ocupacional e preservação ambiental fazem parte dessa responsabilidade.

Como o Brasil ocupa a quarta posição no ranking de acidentes fatais no trabalho, segundo a Organização Mundial do Trabalho, ainda há muito a ser feito. Por lei, toda empresa é obrigada a ter uma equipe de segurança de trabalho. “Temos no país uma diversidade de processos produtivos que vão desde o trabalho artesanal até o de mais alta complexidade tecnológica.

Por isso, faz-se necessária a presença de profissionais que entendam desses processos e saibam diagnosticar problemas, apontar e mensurar riscos, implementar mudanças e avaliar os resultados.

Como não há a exigência de a equipe de segurança ser fixa na empresa, há chances também para atuar como prestador de serviço. O profissional pode, ainda, fornecer consultoria, elaborando laudos ergonômicos e avaliações de riscos físicos, ou trabalhar como perito. Órgãos e empresas públicas também buscam o profissional por meio de concursos públicos.

Poderá atuar em:

• Construtoras e Empreiteiras;

• Hospitais e Clinicas;

• Fabrica Alimentícia e Bebidas;

• Indústrias em geral;

• Instituições de Ensino;

• Agroindústrias;

• Portos e Aeroportos;

• Comércios Atacadista e Varejista;

• Entre outros.
Grade de CursoMódulo I
• Biossegurança - 60h
• Gerenciamento de perigos e riscos à saúde - 60h
• Qualidade de Vida - 60h

Carga Horária do Módulo I - 180 horas

Módulo II
• Legislação ambiental e do trabalhador - 60h
• Segurança do trabalho e saúde ocupacional - 60h
• Segurança e higiene do trabalho - 60h

Carga Horária do Módulo II - 180 horas

Módulo III
• Metodologia científica - 60h
• Trabalho de conclusão de curso - 60h

Carga Horária do Módulo III - 120 horas

Carga Horária Total do Curso: 480 horas
Público-Alvo• Administradores;

• Tecnólogos em Segurança no Trabalho;

• Gestores de Pessoas;

• Engenheiros;

• Arquitetos;

• Fisioterapeutas;

• Enfermeiros;

• Psicólogos;

• Farmacêuticos;

• Entre outros;